É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO

Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.

É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.
É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO
Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.

Vocês se conheceram, trocaram olhares, carícias, tem uma vida sexual maravilhosa e não conseguem se desgrudar mais. Trocas de mensagens que duram o dia todo e a ansiedade do encontro é difícil de segurar. Aí vem a dúvida: é possível fazer o amor durar?

A estrada que leva ao amor nem sempre é fácil, curta ou óbvia. Muitas vezes, é preciso anos de brigas e desgastes para querer encontrá-lo. Ou é necessário que o relacionamento chegue ao pé de um grande abismo — ou se entra de cabeça no compromisso de transformá-lo completamente, ou se admite que é hora de praticar o desapego e partir para a próxima. O atalho é diferente para cada casal, mas em alguns pontos os especialistas concordam: aprender a amar, embora pareça algo tão natural para qualquer criatura viva quanto respirar.

Primeiramente, é preciso diferenciar o amor da paixão. Segundo a ciência aponta, a paixão tem prazo de validade: cerca de 4 anos. O amor, como vemos exemplos por aí, pode durar uma vida inteira. Então como chegar lá?

É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.
É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO
Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.

SABER DIFERENCIAR AMOR DE PAIXÃO

A paixão é um estado fisiológico, com sintomas que formam uma intensa atividade cerebral, como sintomas psíquicos e físicos, além de uma louca atividade hormonal, semelhante ao vício por uma droga. O julgamento, o discernimento estão prejudicados, especialmente nos primeiros meses. Entra-se num estado de torpor.

Segundo a ciência, a paixão é dividida em três estágios:

Luxúria: a busca da satisfação sexual, comandada por hormônios sexuais, principalmente a testosterona, sem uma elaboração emocional maior. É a fase do sexo mais intenso.

Atração Física: Esta fase é marcada por uma cascata de substâncias, como noradrenalina, endorfina, serotonina, e testosterona, estrógeno e progesterona. É a fase da paixão propriamente dita, onde há atração física também.

Amor: Se tudo der certo até aqui, chega-se na fase do amor, que é a construção gradual do vínculo duradouro, o amor propriamente dito. Nesta fase há a ação do hormônio oxitocina na mulher e vasopressina no homem, os hormônios do vínculo.

Inúmeros elementos fazem parte do grande momento da paixão, tanto físicos, quanto psicológicos e ambientais. Mas o que a biologia tem nos mostrado é que a atração, o primeiro contato, passa basicamente pelos cinco sentidos. Isso significa que não temos controle voluntário e consciente sobre essa escolha. (Pela visão, tato, audição, olfato e paladar é possível saber, inconscientemente, a compatibilidade genética e do sistema imunológico, o parceiro mais fértil, entre outras informações fundamentais para a reprodução da espécie.

AMORES LONGEVOS

Ao mesmo passo em que sonhamos com amores longevos, que durem para sempre e que nos tragam felicidade perpétua, sabemos bem que a realidade pode e costuma ser radicalmente diferente. Aqui, listaremos alguns pontos que podem tornar seu amor mais duradouro e prazeroso, já que não adianta estar num relacionamento longo e infeliz, não é?

COMPROMISSO

O compromisso e a cumplicidade são essenciais no amor e na vida a dois. Ambos devem ter os mesmos planos e apoiar-se mutuamente. Ter o compromisso de verdade com o relacionamento, investindo tempo, atenção e carga emocional.

BOA CAPACIDADE DE COMUNICAÇÃO

A boa capacidade de comunicação é o que faz fluir o amor. Ser capaz de comunicar o que incomoda ou mesmo fazer uma declaração de amor sem deixar o romance cair na rotina é um ótimo lubrificante para um relacionamento duradouro.

CONFIANÇA

Sabe aquele exercício de vendar os olhos e deixar o corpo cair para trás, seguro que seu parceiro vai te segurar? No amor, é mais ou menos isso que é a confiança.  Uma confiança plena no seu parceiro e nele em você é essencial para que o amor dure. O respeito às regras estabelecidas no relacionamento, seja ele aberto ou não, devem ser cumpridas. As questões devem ser sempre colocadas à mesa sem medo com a confiança de que será ouvida e acolhida em seus sentimentos.

CONFORTO

Além da segurança, da confiança e da boa capacidade de comunicação, é importante que ambos se sintam confortáveis no relacionamento e um com o outro. Sabe a sensação de que o mundo inteiro cabe num abraço? É isso. É se sentir acolhida, amada, e esse sentimento ser recíproco.

PRATICAR SEXO FREQUENTEMENTE E DE FORMA SATISFATÓRIA

Fazer sexo sem vontade ou insistir no velho papai e mamãe sem dar uma variada podem minar o amor longevo. É importante variar, seja em casa ou fora dela. Existem diversas fantasias que podem embarcar juntos, sextoys que podem experimentar ou mesmo fazer como nos filmes, o que a imaginação mandar. Quando há uma boa comunicação, conforto e confiança, a vida sexual fica mais ativa e satisfatória, pois ambos conversam abertamente sobre o que querem e o que desejam na cama sem medo.

FILHOS

Aqui o ponto é polêmico. Há inúmeros casais sem filhos cuja relação de amor é longa e sólida. Não há obrigação para a mulher ter filhos. Entretanto alguns estudos apontam que os filhos solidificam os laços do casal tornando o amor mais longevo. O que vale mesmo é a decisão que tomarem juntos para o futuro.

É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.
É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO
Paixão e amor são coisas diferentes. Um nasce do outro.

O amor existe. Acredite. Exige dedicação, tempo, investimento emocional e presença, mas dá uma satisfação enorme para o coração.

É POSSÍVEL FAZER O AMOR DURAR? 5 LIÇÕES PARA UM AMOR LONGEVO 1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here